quarta-feira, 24 de março de 2010

QUEM É VOCÊ...?

Quem é você nessa saudade sem fim?
Tu desperta-me sonhos adormecidos e agora como calá-los?
O que fazer com essa vontade?
Essa vontade de falar e mudar esse sentido.
Esse movimento que me embala a a’lma quando penso em ti,
quando sinto a sua presença chegando, é bom demais.
Essa poesia é feita de desejos reprimidos, porque tudo
é sem alegria sem o seu brilho.
Até quando sentir essa imensidão...???
Teus traços são os sons que regem meu pensamento,
Sempre em cada tempo...
É assim que navegas meus sonhos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Passageira em busca da sabedoria.
Porque, somente quem está no amor é sábio, mesmo que não seja letrado e nem arquiteto das palavras.
Carinhosamente e sempre presente, mesmo que ausente.