sábado, 20 de março de 2010

(...)

...Como chora a saudade...?
Como a primeira vêz...
Mais um amanhecer sem você...
...Como nas noites de luar...
Como gotas de luar...
...eternamente...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Passageira em busca da sabedoria.
Porque, somente quem está no amor é sábio, mesmo que não seja letrado e nem arquiteto das palavras.
Carinhosamente e sempre presente, mesmo que ausente.